Novabase

Desempenho Financeiro e Bolsista

Desempenho financeiro e bolsista

Evolução dos indicadores chave

O exercício de 2016 foi marcado pela venda do negócio de Infrastructures & Managed Services ("Negócio IMS").

O Volume de Negócios e o EBITDA não consideram o negócio de Infrastructures & Managed Services, descontinuado no 4o trimestre de 2016.

Volume de Negócios

  0M
  0M    +16%
  0M    +7%

Este crescimento confirma o reposicionamento que a Novabase tem vindo a operar nos últimos anos com vista a acelerar a internacionalização, através da evolução de uma estratégia de liderança geográfica com uma oferta ampla, para uma estratégia de liderança através de ofertas especializadas para o mercado global.

O continente com maior expressão em 2016 foi a Europa, que cresceu para 66% do negócio internacional.

2015

0%

0%

2016

0%

0%

EBITDA

O EBITDA reflete a aceleração da estratégia de internacionalização, mas sobretudo o reconhecimento do custo extraordinário associado a um projeto (7 M).

9.2%
 0M
9.4%
 0M  +19%
4.4%
 0M  -51%
EBITDA%

Resultados

Os resultados líquidos refletem a contabilização da mais-valia em 2016 gerada pela alienação do Negócio IMS.

2.8%
 0M
5.8%
 0M  +19%
7.1%
 0M  -51%
RL%

Em 2016, os Lucros por Ação atingiram 0,31 Euros por ação, registando um acréscimo de 29% face ao valor registado em 2015, de 0,24 Euros por ação.

Cash

A Novabase teve uma geração de cash de 14.4 M em 2016 que não reflete o encaixe da alienação do Negócio IMS.

A 16 de maio de 2016, a Novabase remunerou os seus acionistas no valor total de 3.8 M (0.12/ação). Adicionalmente, em maio de 2016, foi pago o montante de 1.2 M a Interesses que não controlam.

Net Cash

Investimento

Investimento Não Recorrente Recorrente Total
Intangíveis em curso
Intangíveis em curso 0.2 0.2
Transferência para Ativos Intangíveis -0.1 -0.1
Sub-total (1) -0.1 0.2 0.1
Ativos Intangíveis
I&D 0.0 0.0
Propriedade Industrial e Outros Direitos -0.1 -0.1
Goodwill -9.0 -9.0
Sub-total (2) -9.1 0.0 -9.1
Ativos fixos Tangíveis
Eq. Transporte / Leasing / AOV 0.5 0.5
Outros Ativos Tangíveis -4.7 1.8 -2.9
Sub-total (3) -4.2 1.8 -2.4
Total -13.4 2.0 -11.4

Valores em milhões de Euros

Recursos Humanos

A distribuição do número médio de colaboradores pelas várias áreas da Novabase, durante 2016, é a que se mostra na figura seguinte, números que incluem ainda os colaboradores do segmento IMS.

Número médio de
colaboradores

Business Solutions

Esta área contribuiu com 97% do Volume de Negócios total e com 103% do EBITDA.

Volume de Negócios BS

 0 M
 0 M  +17%
 0 M  +7%

Esta evolução reflete a continuação do crescimento internacional (+18%) e pressão no mercado doméstico.

EBITDA BS

8.2%
 0 M
9.4%
 0 M  +35%
4.6%
 0 M  -47%
EBITDA%

O EBITDA foi penalizado pelo custo extraordinário registado num projeto (7 M)

Infrastructures & Managed Services

Venda do Negócio IMS
  • 12 Outubro 2016

    celebração acordo de venda à VINCI Energies Portugal
    - preço acordado: 38,365 M

  • 5 Janeiro 2017

    celebração de venda
    - preço final estimado: 44,037 M

A concretização da venda foi substantivamente concluída no final de 2016, tendo a Novabase registado uma mais-valia no valor de 17,6 M.

Venture Capital

Esta área contribuiu com 3% do Volume de Negócios e -3% do EBITDA total gerado pela Novabase.

Volume de Negócios VC

 0 M
 0 M  +6%
 0 M  -12%

EBITDA VC

34.9%
 0 M
10.5%
 0 M  -68%
-4.4%
 0 M  -137%
EBITDA%

Comportamento Bolsista

Descontando a remuneração acionista, a valorização do título Novabase teria sido de 23%.

Neste período, foi distribuído um dividendo de 0,12/ação.

O Conselho de Administração irá propor em Assembleia Geral de Acionistas a realizar em 4 de maio de 2017, a distribuição de dividendos no montante de 4,7 M, sendo o respetivo valor por ação de 0,15.

A evolução da cotação da Novabase comparada com outras empresas do setor de TI na Europa, em 2016, foi a seguinte:

O price target médio referenciado pelos analistas que cobrem a Novabase é de 3,07 Euros (upside médio de 23%).

A rotação representou 9% do capital da Novabase, tendo sido transacionadas 2,8 milhões de ações, sensivelmente metade dos valores verificados em 2015 (rotação de 18% do capital, tendo sido transacionadas 5,7 milhões de ações).

Resumo 2012 2013 2014 2015 2016
Cotação Mínima () 1.660 2.290 2.090 2.070 1.879
Cotação Máxima () 2.320 3.110 4.100 2.619 2.490
Cotação média ponderada () 2.050 2.790 3.183 2.350 2.145
Cotação no último dia () 2.300 2.610 2.214 2.114 2.490
Nº títulos transacionados (milhões) 4.9 8.3 5.9 5.7 2.8
Capitalização Bolsista no último dia (M) 72.2 82.0 69.5 66.4 78.2

Perspetivas 2017

A Novabase mantém como prioridade para 2017 o reforço do investimento em I&D para a especialização das suas soluções para os mercados mais sofisticados. Por outro lado, irá prosseguir com a sua estratégia de limitação da atividade nas geografias mais expostas à volatilidade e dificuldades cambiais.

* campos obrigatórios